Histórias do Bento

A Marina me pediu para confeccionar um caderno
para que a mãe do Bento possa registrar todas
as sapecagens, passeios, momentos especiais de seu filho.
Os tecidos, o fechamento e a articulação do livro  
foram escolhidos com todo cuidado para manter a delicadeza.
Tecido importado com ovelhinhas fazendo composé com o tradicional xadrez. 
Fitas azuis e argolas articuláveis deram o acabamento.
 Contra-capa toda em xadrez.
 Detalhe da Tag.
 No interior do caderno há divisões com folhas em tons de azul.
O acabamento das divisórias foi feito com furador decorativo.
Em cada uma há uma ilustração e uma mensagem
Na primeira, a oração do “Santo Anjo”.
 A seguir, folhas decoradas para o registro das histórias.
 Para inspirar a mamãe, a música escolhida foi
“O filho que eu quero ter”, de Toquinho.
 Aqui uma cantiga popular que marcou a minha infância e
que canto para os meus filhos:
“Se essa rua fosse minha”.
 
 Como a vida é feita de combinações de cores…
 …”Aquarela”, de Toquinho.
 Entre baldinhos, pás e bolas… a hora da escola chega e,
nós mães, achamos que não iremos suportar essa separação.
Por isso, a música escolhida foi:
“Fico assim sem você”, de Adriana Calcanhoto.
 Momento de conviver com outras crianças e
aprender que todas têm algo bom a ensinar.
Música: “Pé de Nabo” da Palavra Cantada.
Bento, que Deus abençoe a sua vida.
Com certeza, o mundo está melhor com a sua chegada.
Você poderá gostar também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *